1 Corinthians 9

Não sou eu apóstolo? Não sou livre? Não vi eu a Jesus Cristo nosso Senhor? Não sois vós minha obra no Senhor? Se para os outros não sou apóstolo, ao menos para vós eu o sou; porque vós sois o selo de meu apostolado no Senhor. Esta é a minha defesa para com os que me condenam. Não temos nós poder de comer e de beber? Não temos nós direito de trazer conosco uma mulher irmã, como também os demais apóstolos, e os irmãos do Senhor, e Cefas? Ou só eu, e Barnabé, não temos direito de não trabalhar? Quem vai para a guerra a seu próprio custo? Quem planta a vinha, e não come do seu fruto? Ou quem apascenta o gado, e não come do leite do gado? Digo eu isto segundo a lógica humana? Ou não diz a Lei também o mesmo? Porque na Lei de Moisés está escrito: ao boi que trilha não atarás a boca. Por acaso Deus tem preocupação com os bois? 10 Ou totalmente diz por nós? Porque por nós isto está escrito; porque o que lavra, com esperança deve lavrar; e o que trilha com esperança, de sua esperança deve ser participante. 11 Se nós vos semeamos as coisas espirituais, é muito que ceifemos as vossas coisas carnais? 12 Se outros são participantes deste poder sobre vós, porque não tanto mais nós? Mas nós não usamos deste poder; antes tudo suportamos, para não darmos impedimento algum ao Evangelho de Cristo. 13 Não sabeis vós, que os que administram as coisas sagradas, comem daquilo que é sagrado? E os que continuamente estão junto ao altar, com o altar participam? 14 Assim também ordenou o Senhor, aos que anunciam o Evangelho, que vivam do Evangelho. 15 Porém eu de nenhuma destas coisas usei; e nem isto escrevi, para que assim se faça comigo; porque melhor me seria morrer, do que esvaecer este meu orgulho. 16 Porque se anunciar o Evangelho, para mim não é orgulho, pois a obrigação me é imposta. E ai de mim, se não anunciar o Evangelho! 17 Porque se eu faço de boa mente, tenho recompensa; mas se eu fizer de má vontade, a responsabilidade me é confiada. 18 Então que recompensa tenho? Que evangelizando, proponha o Evangelho de Cristo sem receber nada de volta, para não abusar do meu poder no Evangelho. 19 Porque, estando eu livre de todos, me fiz servo de todos, para ganhar ainda mais. 20 E me fiz como judeu para os judeus, para ganhar aos judeus; como que estivesse debaixo da Lei, para os que estão debaixo da Lei, para ganhar aos que estão debaixo da Lei. 21 Ao que estão sem Lei, como se estivesse sem Lei (porém não estando sem Lei para com Deus; mas para com Cristo debaixo da Lei), para ganhar os que estão sem Lei. 22 Me fiz de fraco para os fracos, para ganhar aos fracos; tudo me fiz para todos, para por todos os meios vir a salvar a alguns. 23 E isto eu faço por causa do Evangelho, para que eu também dele seja participante. 24 Não sabeis vós que os que correm nas competições, realmente todos correm, mas somente um leva o prêmio? Correi de tal maneira, que o alcanceis. 25 E todo aquele que luta, tenha domínio próprio sobre tudo. Pois aqueles fazem para receber uma coroa corruptível, porém nós para uma incorruptível. 26 Então assim eu corro, não como para um lugar incerto; assim luto, não como que dando socos no ar. 27 Em vez disso, eu subjugo meu corpo, e o reduzo à servidão, para que quando estiver pregando para os outros, eu mesmo não seja reprovado.
Copyright information for PorLivre