Acts 24

E cinco dias depois, desceu o sumo sacerdote Ananias, com os anciãos e um certo orador Tértulo; os quais compareceram diante do governador contra Paulo. E sendo chamado, Tértulo começou a acusá-lo, dizendo: Visto que há muita paz por causa de ti, e que por teu governo muitos bons serviços estão sendo feitos a esta nação, excelentíssimo Félix, totalmente e em todo lugar, com todo agradecimento o reconhecemos. Mas para que eu não gaste muito o teu tempo, rogo-te que tu nos ouças brevemente, conforme a tua clemência. Porque nós temos achado que este homem é uma peste, e levantador de rebeliões entre todos os judeus pelo mundo, e o principal defensor da seita dos nazarenos. O qual também tentou profanar o Templo; ao qual também prendemos, e quisemos julgar conforme a nossa Lei. Mas tendo vindo sobre nós o comandante Lísias, com grande violência, tirou-o das nossas mãos; Mandando aos acusadores dele que viessem a ti; do qual tu mesmo, investigando-o, poderás entender todas estas coisas das quais o acusamos. E os judeus também concordaram, dizendo serem estas coisas assim. 10 Mas Paulo, fazendo gesto ao governador para que falasse, respondeu: Sabendo eu que por muitos anos tu tens sido juiz desta nação, com maior ânimo eu me defendo. 11 Porque tu podes entender que há não mais que doze dias, eu tinha subido a Jerusalém para adorar. 12 E nem me acharam falando com alguém no Templo, nem incitando ao povo, nem nas sinagogas, nem na cidade. 13 E nem podem provar as coisas das quais agora estão me acusando. 14 Mas isto eu te confesso, que conforme o Caminho que eles chamam de seita, assim eu sirvo ao Deus dos meus pais, crendo em tudo que está escrito na Lei e nos profetas; 15 Tendo esperança em Deus, ao qual estes mesmos também esperam, que vai haver ressurreição dos mortos, tanto dos justos como dos injustos. 16 E nisto eu pratico, em que tanto para com Deus como para com os seres humanos eu sempre tenha uma consciência limpa. 17 E muitos anos depois, vim para fazer doações e ofertas à minha nação. 18 Nisto, tendo eu me purificado, nem com multidões, nem com tumulto, alguns judeus da Ásia me acharam, 19 Os quais era necessário que estivessem aqui presentes diante de ti, se tivessem alguma coisa contra mim. 20 Ou digam estes mesmos, se eles acharam alguma má ação em mim quando eu estava perante o Supremo Conselho; 21 A não ser somente esta palavra com que, quando eu estava entre eles, clamei, que pela ressurreição dos mortos eu estou sendo julgado hoje por vós. 22 Tendo ouvido estas coisas, Félix, que sabia mais detalhadamente sobre o Caminho, adiou-lhes, dizendo: Quando o comandante Lísias descer, eu procurarei saber melhor de vossos assuntos. 23 E ele mandou ao centurião que guardassem a Paulo, e estivesse com alguma liberdade, e impedir a ninguém dos seus amigos lhe prestasse serviço, ou vir até ele. 24 E alguns dias depois, tendo vindo Félix com a mulher dele Drusila, que era judia, mandou chamar a Paulo, e o ouviu sobre a fé em Cristo. 25 E ele, tendo discursado sobre a justiça, o domínio próprio, e o julgamento que está por vir, Félix temeu, e respondeu: Por agora vai; e tendo [outra] oportunidade, eu te chamarei. 26 Ele também esperava que lhe fosse dado algum dinheiro por Paulo, para que o soltasse; por isso ele também muitas vezes o mandava chamar, e conversava com ele. 27 Mas tendo completado dois anos, Félix teve por sucessor a Pórcio Festo. E Félix, querendo agradar dos judeus, deixou Paulo preso.
Copyright information for PorLivre