Job 27

E Jó prosseguiu em falar seu discurso, e dizendo: Vive Deus, que tirou meu direito, o Todo-Poderoso, que amargou minha alma, Que enquanto meu fôlego estiver em mim, e o sopro de Deus em minhas narinas, Meus lábios não falarão injustiça, nem minha língua pronunciará engano. Nunca aconteça que eu diga que vós estais certos; até eu morrer nunca tirarei de mim minha integridade. Eu me apegarei à minha justiça, e não a deixarei ir; meu coração não terá de que me acusar enquanto eu viver. Seja meu inimigo como o perverso, e o que se levantar contra mim como o injusto. Pois qual é a esperança do hipócrita quando ele for cortado, quando Deus arrancar sua alma? Por acaso Deus ouvirá seu clamor quando a aflição vier sobre ele? 10 Ele se deleitará no Todo-Poderoso? Invocará a Deus a todo tempo? 11 Eu vos ensinarei acerca da mão de Deus; não esconderei o que há com o Todo-Poderoso. 12 Eis que todos vós tendes visto isso; então por que vos deixais enganar por ilusão? 13 Esta é a porção do homem perverso para com Deus, a herança que os receberão do Todo- Poderoso: 14 Se seus filhos se multiplicarem, serão para a espada; e seus descendentes não se fartarão de pão; 15 Os que lhe restarem, pela praga serão sepultados; e suas viúvas não chorarão. 16 Se ele amontoar prata como o pó da terra, e se preparar roupas como lama, 17 Mesmo ele tendo preparado, é o justo que se vestirá, e o inocente repartirá a prata. 18 Ele constrói sua casa como a traça, como uma barraca feita por um vigilante. 19 O rico dormirá, mas não será recolhido; ele abrirá seus olhos, e nada mais há para si. 20 Medos o tomarão como águas; um turbilhão o arrebatará de noite. 21 O vento oriental o levará, e ele partirá; e toma-o de seu lugar. 22 E o atacará sem o poupar, enquanto ele tenta fugir de seu poder. 23 Baterá palmas por causa dele, e desde seu lugar lhe assoviará.
Copyright information for PorLivre