Job 33

Portanto, Jó, ouve, por favor, meus dizeres, e dá ouvidos a todas as minhas palavras. Eis que já abri minha boca; minha língua já fala debaixo do meu céu da boca. Meus dizeres pronunciarão a integridade do meu coração, e o puro conhecimento dos meus lábios. O Espírito de Deus me fez, e o sopro do Todo-Poderoso me deu vida. Se puderes, responde-me; dispõe-te perante mim, e persiste. Eis que para Deus eu sou como tu; do barro também eu fui formado. Eis que meu terror não te espantará, nem minha mão será pesada sobre ti. Certamente tu disseste a meus ouvidos, e eu ouvi a voz de tuas palavras, Que diziam: Eu sou limpo e sem transgressão; sou inocente, e não tenho culpa. 10 Eis que Deus buscou pretextos contra mim, e me tem por seu inimigo. 11 Ele pôs meus pés no tronco, e observa todas as minhas veredas. 12 Eis que nisto não foste justo, eu te respondo; pois Deus é maior que o ser humano. 13 Por que razão brigas contra ele por não dar resposta às palavras do ser humano? 14 Contudo Deus fala uma ou duas vezes, ainda que o ser humano não entenda. 15 Em sonho ou em visão noturna, quando o sono profundo cai sobre as pessoas, e adormecem na cama. 16 Então o revela ao ouvido das pessoas, e lhes sela como serão castigados; 17 Para desviar ao ser humano de sua obra, e do homem a soberba. 18 Para desviar sua alma da perdição, e sua vida de passar pela espada. 19 Também em sua cama é castigado com dores, com luta constante em seus ossos, 20 De modo que sua vida detesta até o pão, e sua alma a comida deliciosa. 21 Sua carne desaparece da vista, e seus ossos, que antes não se viam, aparecem. 22 Sua alma se aproxima da cova, e sua vida dos que causam a morte. 23 Se com ele, pois, houver algum anjo, algum intérprete; um dentre mil, para anunciar ao ser humano o que lhe é correto, 24 Então Deus terá misericórdia dele, e lhe dirá: Livra-o, para que não desça à perdição; [já] achei o resgate. 25 Sua carne se rejuvenescerá mais do que era na infância, e voltará aos dias de sua juventude. 26 Ele orará a Deus, que se agradará dele; e verá sua face com júbilo, porque ele restituirá ao ser humano sua justiça. 27 Ele olhará para as pessoas, e dirá: Pequei, e perverti o [que era] correto, o que de nada me aproveitou. 28 Porém Deus livrou minha alma para que eu não passasse à cova, e agora minha vida vê a luz! 29 Eis que Deus faz tudo isto duas ou três vezes com o ser humano, 30 Para desviar sua alma da perdição, e o iluminar com a luz dos viventes. 31 Presta atenção, Jó, e ouve-me; cala-te, e eu falarei. 32 Se tiveres o que dizer, responde-me; fala, porque eu quero te justificar. 33 E se não, escuta-me; cala-te, e eu ensinarei sabedoria.
Copyright information for PorLivre