Proverbs 11

A balança enganosa é abominação ao SENHOR; mas o peso justo é seu prazer. Quando vem a arrogância, vem também a desonra; mas com os humildes está a sabedoria. A integridade dos corretos os guia; mas a perversidade dos enganadores os destruirá. Nenhum proveito terá a riqueza no dia da ira; mas a justiça livrará da morte. A justiça do íntegro endireitará seu caminho; mas o perverso cairá por sua perversidade. A justiça dos corretos os livrará; mas os transgressores serão presos em sua própria perversidade. Quando o homem mau morre, sua expectativa morre; e a esperança de seu poder perece. O justo é livrado da angústia; e o perverso vem em seu lugar. O hipócrita com a boca prejudica ao seu próximo; mas os justos por meio do conhecimento são livrados. 10 No bem dos justos, a cidade se alegra muito; e quando os perversos perecem, há alegria. 11 Pelo bênção dos sinceros a cidade se exalta; mas pela boca dos perversos ela se destrói. 12 Aquele que não tem entendimento despreza a seu próximo; mas o homem bom entendedor se mantêm calado. 13 Aquele que conta fofocas revela o segredo; mas o fiel de espírito encobre o assunto. 14 Quando não há conselhos sábios, o povo cai; mas na abundância de bons conselheiros consiste o livramento. 15 Certamente aquele que se tornar fiador de algum estranho passará por sofrimento; mas aquele odeia firmar compromissos ficará seguro. 16 A mulher graciosa guarda a honra, assim como os violentos guardam as riquezas. 17 O homem bondoso faz bem à sua alma; mas o cruel atormenta sua própria carne. 18 O perverso recebe falso pagamento; mas aquele que semeia justiça terá uma recompensa fiel. 19 Assim como a justiça leva para a vida; assim também aquele que segue o mal é levado para sua própria morte. 20 O SENHOR abomina os perversos de coração; porém ele se agrada que caminham com sinceridade. 21 Com certeza o mal não será absolvido; mas a semente dos justos escapará livre. 22 A mulher bela mas sem discrição é como uma joia no focinho de uma porca. 23 O desejo dos justos é somente para o bem; mas a esperança dos perversos é a fúria. 24 Um dá generosamente, e tem cada vez mais; e outro retém mais do que é justo, e empobrece. 25 A alma generosa prosperará, e aquele que sacia os outros também será saciado. 26 O povo amaldiçoa ao que retém o trigo; mas bênção haverá sobre a cabeça daquele que o vende. 27 Aquele que com empenho busca o bem, busca favor; porém o que procura o mal, sobre ele isso lhe virá. 28 Aquele que confia em suas riquezas cairá; mas os justos brotarão como a folhagem. 29 Aquele que perturba sua própria casa herdará vento; e o tolo será servo do sábio de coração. 30 O fruto do justo é uma árvore de vida; e o que ganha almas é sábio. 31 Ora, se o justo recebe seu pagamento na terra, quanto mais o perverso e o pecador!
Copyright information for PorLivre