Proverbs 17

Melhor é um pedaço seco de comida com tranquilidade, do que uma casa cheia de carne com briga. O servo prudente dominará o filho causador de vergonha, e receberá parte da herança entre os irmãos. O crisol é para a prata, e o forno para o ouro; mas o SENHOR prova os corações. O malfeitor presta atenção ao lábio injusto; o mentiroso inclina os ouvidos à língua maligna. Quem ridiculariza o pobre insulta o seu Criador; aquele que se alegra da calamidade não ficará impune. A coroa dos idosos são os filhos de seus filhos; e a glória dos filhos são seus pais. Não é adequado ao tolo falar com elegância; muito menos para o príncipe falar mentiras. O presente é como uma pedra preciosa aos olhos de seus donos; para onde quer que se voltar, tentará ter algum proveito. Quem perdoa a transgressão busca a amizade; mas quem repete o assunto afasta amigos íntimos. 10 A repreensão entra mais profundamente no prudente do que cem açoites no tolo. 11 Na verdade quem é mal busca somente a rebeldia; mas o mensageiro cruel será enviado contra ele. 12 É melhor ao homem encontrar uma ursa roubada de seus filhotes, do que um tolo em sua loucura. 13 Quanto ao que devolve o mal no lugar do bem, o mal nunca se afastará de sua casa. 14 Começar uma briga é como deixar águas rolarem; por isso, abandona a discussão antes que haja irritação. 15 Quem absolve ao perverso e quem condena ao justo, ambos são abomináveis ao SENHOR. 16 Para que serve o dinheiro na mão do tolo, já que ele não tem interesse em obter sabedoria? 17 O amigo ama em todo tempo, e o irmão nasce para ajudar na angústia. 18 O homem imprudente assume compromisso, ficando como fiador de seu próximo. 19 Quem ama a briga, ama a transgressão; quem constrói alta sua porta busca ruína. 20 O perverso de coração nunca encontrará o bem; e quem distorce as palavras de sua língua cairá no mal. 21 Quem gera o louco cria sua própria tristeza; e o pai do imprudente não se alegrará. 22 O coração alegre é um bom remédio, mas o espírito abatido faz os ossos se secarem. 23 O perverso toma o presente do seio, para perverter os caminhos da justiça. 24 A sabedoria está diante do rosto do prudente; porém os olhos do tolo estão voltados para os confins da terra. 25 O filho tolo é tristeza para seu pai, e amargura para aquela que o gerou. 26 Também não é bom punir ao justo, nem bater nos príncipes por causa da justiça. 27 Quem entende o conhecimento guarda suas palavras; e o homem de bom entendimento é de espírito calmo. 28 Até o tolo, quando está calado, é considerado como sábio; e quem fecha seus lábios, como de bom senso.
Copyright information for PorLivre