Psalms 38

Salmo de Davi, para lembrança:

SENHOR, não me repreendas em tua ira, e não me castigues em teu furor. Porque tuas flechas me atingiram, e tua mão pesou sobre mim. Na minha carne nada há que esteja saudável, por causa de tua ira; não há paz em meus ossos por causa do meu pecado. Porque minhas maldades ultrapassam minha cabeça; elas são como carga pesada demais para mim. Minhas feridas fedem, e estão apodrecidas, por eu ter sido tão tolo. Eu estou perturbado e abatido; ando o dia todo em sofrimento. Porque meus lombos ardem muito, e nada há que esteja saudável em minha carne. Estou enfraquecido e despedaçado; eu gemo pelo sofrimento do meu coração. SENHOR, todo o meu sofrimento está diante de ti, e meu gemido não te é oculto. 10 Meu coração dá palpitações, e minha força me deixou; e a luz dos meus olhos já não está comigo. 11 Meus amigos e companheiros observam de longe minha calamidade; e os meus vizinhos ficam afastados. 12 Os que procuram matar a minha alma me armam laços; e os que procuram o meu mal falam insultos e todo o dia planejam maldades. 13 Mas eu estou como o surdo, não ouço; e como o mudo, que não abre sua boca. 14 E eu estou como um homem que não ouve, e cuja boca não pode responder com repreensões. 15 Por isso, SENHOR, eu espero em ti; Senhor, meu Deus, tu me ouvirás. 16 Porque eu dizia: Não se alegrem de mim! Quando meu pé vacilou, eles se engrandeceram contra mim. 17 Porque eu estou prestes a ficar como manco, e minha dor está continuamente perante mim. 18 Por isso eu te conto minha maldade; estou aflito por causa do meu pecado. 19 Porém meus inimigos estão vivos, e se fortalecem; e os que me odeiam por maldade se multiplicam; 20 Assim como os que retribuem o bem com o mal, eles se opõem a mim, porque eu sigo o bem. 21 Não me desampares, SENHOR, meu Deus, não fiques longe de mim. 22 Apressa-te ao meu socorro, SENHOR, salvação minha.
Copyright information for PorLivre