Psalms 49

Salmo para o regente, dos filhos de Coré:

Ouvi isto, vós todos os povos; daí ouvidos, todos os moradores do mundo; Todos vós filhos dos homens e de seres humanos, juntamente ricos e pobres. Minha boca falará da sabedoria; e o pensamento do meu coração estará cheio de entendimento. Inclinarei meus ouvidos a uma parábola; ao tocar da harpa declararei o meu enigma. Por que eu temeria nos dias do mal, quando a maldade dos meus traidores me cercar? Eles confiam em seus bens, e se orgulham da abundância de suas riquezas. Ninguém resgatará a seu irmão, nem dará a Deus o seu resgate, (Porque o resgate da alma deles é caríssima, e sempre será insuficiente). Para que viva para sempre, nem veja a corrupção da morte. 10 Porque se vê que os sábios morrem, assim como o tolo e o bruto perecem; e deixam seus bens a outros. 11 Dentro de si pensam que suas casas durarão eternamente, e suas habitações continuarão de geração em geração; chamam as terras pelos seus nomes. 12 Mas o homem que orgulha de si mesmo não permanece; ele é semelhante aos animais, que perecem. 13 Este caminho deles é a sua loucura; mas seus descendentes se agradam de suas palavras. (Selá) 14 Assim como ovelhas, eles estão designados para o mundo dos mortos; a morte os apascentará; e os corretos os sujeitarão naquela manhã; e sua aparência será consumida no mundo dos mortos, que será a habitação deles. 15 Mas Deus resgatará minha alma, para longe do poder do mundo dos mortos, pois ele me tomará para si. (Selá) 16 Não temas quando um homem se enriquece, quando a glória de sua casa se engrandece. 17 Pois na sua morte, ele nada tomará consigo; nem sua glória o seguirá descendo com ele. 18 Ainda que, enquanto vivesse, tenha falado bem à sua própria alma, dizendo: [As pessoas] te louvam quando tu fazes bem a ti mesmo. 19 Mas ela seguirá para a geração de seus pais, que para sempre não verão a luz. 20 O homem que tem orgulho de si mesmo e não tem entendimento é semelhante aos animais que perecem.
Copyright information for PorLivre